Favoritos || Março'17

11:00

   Apesar do pouco tempo que me sobra das aulas, há sempre algo pronto a marcar-me tão positivamente que tem de vir parar a esta rubrica que vocês tanto acarinham. Março foi um mês de decisões e indecisões, de mais saídas da minha zona de conforto e de novas experiências. Deixando-me de spoilers, vamos ao que interessa e fiquem a saber de tudo o que falo.


   O mês começou com o Fórum de Psicologia da minha universidade, do qual vos falei aqui. Este evento marca sempre uns dos dias mais didáticos com ano. Em pouco tempo, temos oportunidade de aprender coisas de diversas áreas e podemos contactar com realidades diferentes que nos desafiam a pensar e a encarar o mundo de forma diferente.
   Passado o Fórum, regressam os dias de aulas com um sem fim de coisas por fazer. Se houvesse malabaristas de horas, eu ia ser uma, sem dúvida! É uma aventura conciliar todas as coisas que faço (e quero fazer) nas 24h que o dia tem. Prova dessa azáfama foi este post que escrevi entre papéis e livros. Já é do conhecimento de todos que gosto de me por à prova e, por isso, espero conseguir manter o ritmo até ao final do ano.


   Se pensam que encaro a personagem de blogger e compro cosméticos novos todos os meses, estão redondamente enganados. Posto isto, podem imaginar que os favoritos nesta categoria não variam muito de aquilo que vos tenho mostrado. 
   No entanto, sou #TeamFonas até ao fim e não dispenso nenhuma borla. Tenho usado esta loção corporal de cheiro maravilhoso que recebi no Dia da Mulher, na campanha que O Boticário fez para assinalar a data.
   Apesar de não ter comprado nenhum cosmético propriamente dito, comprei este champô da Klorane e, depois de ouvir tantas boas críticas em relação à marca, faço jus ao que se diz e tornei-me fã. Também tenho usado este creme de noite da Yves Rocher, mas em breve falo-vos dele mais detalhadamente. Para já, posso dizer que tem o cheiro mais cativante de sempre.

   Os dias de sol permitiram-me tirar do roupeiro esta saia que tanto adoro. Por norma, as saias não são muito comuns no meu dia-a-dia mas acho que está na altura de mudar isso. Tenho uma data delas que adoro e não vejo razão para as deixar de lado. Além da saia, apostei numas New Balance que me têm maravilhado. Em breve trago-vos um post sobre elas. Como os últimos dias têm sido de chuva, tenho dado mais protagonismo a botas e roupas quentes.

   Sem dúvida que, nesta categoria, Março ficou marcado pelo fim de The Vampire Diaries. Foram anos e anos a acompanhar a série, a ter uma relação de amor-ódio com ela, a querer abraçar e bater em personagens quando eles me alegravam ou enervavam. Foram imensas as vezes em que pensei "mas porque é que a série não acaba?", mas nem isso me preparou para o final a sério. Chorei que nem uma criança e só quis que não fosse verdade, mas foi um final digno, sem pontas soltas e sem nada por resolver. Assim, ficou o espacinho para The Originals, que entretanto regressou e, claro, The Big Bang Theory está sempre presente!
   Relativamente a filmes, revi A Bela e o Monstro (ainda não vi a versão recente mas estou curiosíssima), ri alegremente ao ritmo do Sing - o que seria de mim sem filmes de animação? - e perdi a cabeça com Split, um filme onde o protagonista, que tem perturbação dissociativa da personalidade, raptou três raparigas que tentam, a todo o custo, escapar.

   Para além de ter acabado o Bloom, de que vos falei nos últimos favoritos - e do qual sairá uma review em breve -, li de seguida um livro que me foi muito querido. O Livro da Cristiana contava a história de uma menina que teve cancro mas uma enorme vontade de o vencer. Infelizmente, a natureza foi contra todos os esforços da menina, dos pais e dos médicos e ela acabou por falecer. No entanto, o seu último desejo foi cumprido: publicar um livro! E é nesse mesmo livro que ela conta a sua história, as suas paixões e a forma maravilhosa como encarava a vida, tudo muito além da sua doença.
   Li ainda o Seja o que for o Amor, de que vos falei neste post - se leram a minha review, já sabem que adorei o livro e estou mortinha por ler a outra obra da Sofia -, e comecei a ler o Como tornar-se doente mental, que é um clássico obrigatório para qualquer psicólogo.

    Há sempre uma ou outra música que marcam os meus dias e acredito que, no final do ano, posso fazer uma bela playlist com essas músicas. Março foi marcado pela Shape of you (sim, é impossível retirá-la da lista) e pela Paris, dos Chainsmokers. Para além destas, viciei novamente nos The xx, particularmente na Angels.

   O melhor desta categoria é algo que queria há já algum tempo e, finalmente, este mês chegou às minhas mãos. Livrei-me d'A Cadeira e agora a minha roupa pode ficar arrumada neste suporte para cabides. Mandei-o vir do eBay e, apesar de ainda não ter os cabides que quero, já dá para ir arrumando algumas coisas.

   Já falei aqui da minha experiência. Depois de muito tempo a temer esta prova por não saber se iria gostar, o sushi revelou-se uma agradável surpresa e, após a primeira vez, repeti a proeza e comi este pitéu pela segunda vez. Acham que fiquei viciada? É que eu acho que sim!

   Logo no início do mês, deparei-me com um artigo relacionado com a Psicologia (que podem ver aqui) que referia que, ao contratar psicólogos, o Estado pouparia imenso dinheiro em medicação comparticipada pelo SNS, internamentos e baixas médicas. Isto seria uma excelente aposta e beneficiaria não só a classe dos psicólogos, como a sociedade em geral, motivo pelo qual gostei tanto do artigo.
   Além deste artigo, parece que aparecer em destaque noutro blog começa a virar rotina (e é uma rotina das boas!). Desta vez, isso aconteceu no blog da Cat. Ela decidiu partilhar um excerto do meu post sobre a gratidão e eu não podia ter ficado mais contente dado que é um tema que me é muito querido e que foi algo que gostei realmente de partilhar com vocês. Podem ver a opinião e motivos dela aqui.

   Por fim, mas não menos importante, este mês foi cheio de eventos. Já vos falei inúmeras vezes do Fórum de Psicólogia, por isso não me vou repetir. Na mesma altura, decorreu na minha universidade um workshop intitulado "À Procura do seu Palhaço Interior" que era particularmente direcionado a alunos de medicina, mas no qual eu adorei participar. A máxima do workshop era desmistificar o medo da bata branca e mostrar que, junto das crianças, um profissional é muito mais do que um mero profissional de saúde. Temos de deixar de parte todas as nossas preocupações e dar tudo o que temos de melhor à criança (ou qualquer outra pessoa independentemente da idade) que temos à nossa frente pois, se ela nos procurou, é porque precisa realmente de nós. Para isso, temos de deixar de lado as convenções que a sociedade nos impõe e os padrões aos quais nos limitamos e exteriorizar o nosso Palhaço Interior. Foi, sem dúvida, um momento de aprendizagens e partilhas que serão úteis tanto a nível pessoal como profissional.
   Outra iniciativa enriquecedora na qual participei foi o Abraços Grátis que realizei, junto da Happy Wish (ver aqui) para comemorar o Dia Internacional da Felicidade. Falei dessa atividade neste post e reforço o quão bom foi sair da minha zona de conforto e ser capaz de sair à rua e dar abraços a desconhecidos, mesmo quando as pessoas mais velhas e desconfiadas perguntavam "mas porque é que me quer dar um abraço?". Nesses momentos eu alertava para a importância dos afetos e dizia que estes não se devem questinar. Acabei com uma grande conta de abraços e com o coração cheio.
   Março foi também o mês em que voltei ao teatro - como espectadora, claro. Ir ao teatro não faz, de todo, parte dos meus hábitos e, por isso, ter esta experiência foi parte importante do meu mês. Assisti a uma peça bem abstrata da companhia de teatro da minha universidade e, apesar de todas questões colocadas em torno da peça, foi uma noite muito agradável. Com tantos momentos de stress e de azáfama, estes momentos são mesmo para desfrutar ao máximo.
   Já quase no final do mês recebi a notícia de que iria integrar a Ação de Bloggers da Expocosmética e que fui selecionada devido ao meu conteúdo de qualidade e não com base em números. Essa é uma enorme vitória para mim pois, como refiro aqui imensas vezes, o blog é algo que retira realmente bastante tempo às minhas restantes tarefas, mas já não consigo passar sem ele. Esta foi mais uma pequenina recompensa destes esforços e deste carinho que a ele dedico. Gostaria imenso de vos ver por lá e conhecer e, para isso, iniciei já um sorteio de dois bilhetes VIP para os três dias da feira. Podem concorrer ou saber mais aqui.
   Para terminar o mês, tive o melhor dos eventos. É costume o núcleo de estudantes de medicina da minha universidade organizar o Hospital Faz de Conta, que consiste no intercâmbio entre estudantes de medicina e crianças, de forma a reduzir o medo de hospitais e quaisquer mitos nos quais as crianças acreditam. Nesta edição, o Hospital Faz de Conta aliou-se à Happy Wish e, na passada quarta-feira (ontem), integrei uma equipa que acompanhou um grupo de pessoas com algum grau de deficiência, possibilitando a realização de atividades, a partilha de experiências e uma tarde agradável que deixou todos contentes. Como o mês ainda não está bem bem no fim, adianto-vos já que amanhã vou repetir a experiência, desta vez com crianças, e mal posso esperar! É impossível não estar de coração cheio quando se partilham dias bonitos com pessoas bonitas e pena é não existirem iniciativas destas com mais frequência.

   Como sempre escrevi muito mas, acreditem, poderia escrever muito mais. São tantas as coisas boas que acontecem no nosso dia-a-dia que, muitas vezes, acabamos por não lhes dar o devido valor. Esta rotina de favoritos acaba por me fazer refletir sobre essas coisas boas e ficar ainda mais grata por poder fazer tanto daquilo que gosto.

   Que Abril também seja assim e que, com a chegada de mais um ano (vou celebrar o meu vigéssimo segundo ano no próximo dia 05), a vida se torne ainda melhor e que o vosso mês seja repleto de sorrisos e alegrias!






• • •
Podes acompanhar-me também aqui:

You Might Also Like

8 comentários

  1. Adorei os teus favoritos princesa! Ando muito curiosa com o livro da Sofia como sabes :)

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  2. E com isto fiquei a pensar: tenho mesmo que provar sushi de verdade! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. adoro acompanhar o teu blog, sabes que sempre que te recomendo é de coração!

    ResponderEliminar
  4. Adorei os teus favoritos, mas confesso que a saia continua a saltar-me à vista, adoro!

    Um beijinho,
    Baú da Vaidade
    Wishlist April (Birthday)

    ResponderEliminar
  5. Adorei os teus favoritos! És uma pessoa tão bonita... e não é só por fora ( mas também ahah)!
    Um grande beijinho
    wallflowerbyines.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. A Klorane é uma marca fantástica! Já usei imensos champôs da marca e nunca me desiludiu.
    Adorei a forma como escreves os teus favoritos e o facto de integrares tantas coisas diferentes da tua vida neste género de post deu-me um enorme prazer ao ler :)
    xx, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela tua visita e comentário. Clica em "Notificar-me" para saberes a minha resposta.
Assim que possa irei ao teu blog retribuir o carinho. ♥